segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Vem 2011! Vem...


E mais um ano que se vai, repleto de sentimentos contraditórios e intensos. 2010 se vai , mas desse ano ficam uma infinidade de lições. Laços se estenderam, novos horizontes, novas pessoas e novas perspectivas se abriram diante dos meus olhos. E permanece a certeza de que a medida que se passam os dias, se estivermos atentos , é possível ver a poesia e a magia que há em cada amanhecer, em cada pessoa em cada situação. È possível viver de forma mais coerente, mais sábia e menos ilusória. È possível ver quem a gente quer de verdade ao nosso lado e quem está de verdade ao nosso lado.È possível ser feliz e ter paz no coração.
Desejo a todos um 2011 repleto de amor, paz e prosperidade. Com escolhas coerentes e com erros necessários.
Que em 2011 nos possamos recomeçar. Reconstruir e reinventar os nossos sonhos. Dar inúmeras sensações ao nosso coração. Trilhar por novos caminhos  e ter a disposição de mudar ou voltar  sempre que for necessário e aproveitar  a paisagem entre uma escolha e outra.
Que tenhamos mais coragem e audácia para lutar por tudo aquilo que a gente deseja.
Que tenhamos Deus a nossa frente, abençoando os nossos caminhos e escolhas.
Que venha 2011.... venha!!!!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Juntos.



Aprendemos juntos a parar o tempo. Aprendemos juntos a partilhar. Aprendemos que a felicidade está em cada instante, em todos os lugares quando nos permitimos um olhar mais ampliado. Quando olhamos além das nossas falhas e limitações.
Aprendemos juntos, que aprender junto é melhor do que só.
Aprendemos a estender a mão. A ser pacientes e caridosos com os outros. 
Aprendemos  a sorrir dos pequenos desastres.
Aprendemos a ter simplicidade.
Aprendemos a ser cuidados.
Aprendemos que depois de muitos tropeços, aprender juntos é o que nos faz permancer unidos e continuar a aprender.


terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Mas logo passa...!


Dói sim,mas vai passar.Parece não ter fim, mas vai .Assim como tantas outras dores que já vivi, que tiveram o seu fim, e que não me levaram ladeira abaixo.
As vezes tenho a impressão de ser mais forte do que imagino, e algumas vezes eu acredito. Acredito sim!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Caio, sempre ele! ♥

"(...) É, eu confesso que não é exatamente a realidade que eu esperava encontrar. Talvez isso mude. Talvez você entre na minha vida sem tocar a campainha e me sequestre de uma vez. Talvez você pule esses três ou quatro muros que nos separam e segure a minha mão, assim, ofegante, pra nunca mais soltar. Talvez você ainda possa pular no rio e me salvar. Ou talvez eu só precise de férias, um porre e um novo amor.Porque no fundo eu sei que a realidade que eu sonhava afundou num copo de cachaça e virou utopia."

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Eterno é agora.


Pode ser exatamente como você disse. Nada nessa vida é certeza. E não é mesmo. Mas se for assim, ainda terei você. Terei lembranças. Terei traços seus na minha vida. Terei histórias para contar. Terei a parte mais linda de você. E mesmo que tudo de errado, só isso já valeu a pena.
Pode ser que nada seja para sempre. Viver sempre de tudo que é concreto ,é ilusão demais . È  limitar demais e o coração precisa de espaço para a maturidade. Precisa de brechas e de uma dose de inconstância para seguir forte. Nada é para sempre, nada é definitivo. A  eternidade é agora.
Eterno é tudo aquilo que a gente leva. E a vida que a gente leva, os segundos,minutos e décadas de felicidade. Eterno é agora. È tudo o que se permite viver.
Eterno é aquilo que o tempo não consegue levar.
Eterno é isso. È urgente. È agora!


quinta-feira, 25 de novembro de 2010

"Não sei o que faço, onde fico: tenho muito medo, mas confio em Deus. E apesar do meu medo há em mim uma paz enorme que eu chamo de felicidade."

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Pleno

Plenitude é saber que apesar de todas as escolhas, caminhos e opções nós seguimos em frente juntos. Sem duvidar sequer por segundos dessa opção. Mas com a plena noção de que essa seria a  maior de todas. A mais fascinante. A mais desafiadora e talvez por isso a mais certa para a nossa vida.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Pause.


Eu sofro muito com essa inquietude de fazer algo pensando em todas as outras coisas que poderia ou deveria fazer ao mesmo tempo.
Esses dias loucos deixam na gente uma sensação de culpa por tudo aquilo que a gente não consegue fazer. Por todas aquelas pessoas que você  deveria dar um pouco mais de atenção. Dos prazos a cumprir, do ponteiro do relógio que anda um ritmo mais rápido do que me lembrava.
De toda esse correria imposta.
E depois de tanto pensar nisso, a única solução lógica que encontrei ( e talvez a mais saudável) , é que simplesmente não dá. Ninguém nasce com um dispositivo de super mulher capaz de fazer todas as coisas em fração de segundos e ainda ter tempo de estar com a pele e o cabelos lindos no fim do dia.
Decidi parar um pouco, determinar prioridades, usar meu tempo com qualidade. Com tanta tecnologia ao nosso redor, é mais fácil se comunicar com as pessoas que a gente ama, em facilitar nossos afazeres. Mas não há um dispositivo eletronico de gestão de tempo, ou algo que você possa adicionar as pessoas e vê-las ao mesmo tempo, não existe.
Então decidi ir mais devagar, acalmar um pouco o coração e levar as coisas de maneira mais coerente. Escolher de forma mais racional é quer saber, foi a decisão mais acertada de toda a minha vida.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Por ter você!




Mas se você caminhar comigo nenhuma estrada é tão longa. Não vejo tantos obstáculos no caminho.
Se você está aqui não tenho o que temer.
Só porque você está aqui já não me recordo da dor, do cansaço ou das frustrações.
Só por ter você. Perto ou longe. Nada é insuperável. Insuportável ou perturbador.
Nada mais é.
Só por ter você!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

....


Ninguém tem o direito de dizer como você deve viver a sua vida. Como você faz as suas escolhas. Qual a melhor forma de lidar com as situações.
Ninguém tem o direito de questionar as suas decisões.
Os caminhos. As escolhas e os fracassos são coisas que só cabe a cada um de nós questionar. Você é quem vai ter que conviver com as suas escolhas,mais ninguém. Por isso cada vez que permitimos que alguém escolha ou altere algo que é do nosso desejo, e como se  perdessemos um pouco do controle o que envolve a nossa vida. E quando a gente perde o controle sobre a nossa vida, se perde tudo.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

....


Mas hoje, revendo o tempo que passou, já não doí tanto assim. Os dias chuvosos que combinavam com o meu estado de espírito , já não são familiares. Hoje cada gota que cai do céu lava a minha alma da angústia que ainda  me resta de você.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Sei dizer ,não explicar.


Digo sempre,mas não sei ao certo explicar a razão.
Eu falo sobre esse dom de entender sem  usar as palavras. De compreender com o olhar. Desse dispensar as palavras sem medo. Dos gestos que dizem tudo.
Falo da presença que é companhia mesmo ausente.
Do abraço que se prolonga mesmo quando você não está.
Falo desse sentimento que todos no fundo querem mas tem medo de sentir.
Desse medo que já não é mais medo.
Falo das possibilidades. Das  histórias construídas aos poucos. Na paciência de descobrir tudo aquilo que ninguém tentou investigar.
Falo de presenças que modificam.
De sorrisos que encorajam . Falo dessas coisas, que fazem tanto sentido ,mas é tão difícil de explicar.
Falo de nós. De cumplicidade. Lealdade.
Falo das promessas nunca feitas, mas já prometidas. 
Falo do amor em sua forma mais nobre, que é amizade. Esse laço que nos une ,mas não nos prende um ao outro.
Falo das bobagens aos olhos de alguns que são para nós essenciais.
Falo de todas essas coisas que digo por dizer, que é lindo de viver e que agradeço todos os dias por possuir. Falo da verdade que nos faz andar lado a lado, é só ela justifica todo o resto.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Múltipla escolha ♥


Queridos. Deixo para vocês um trecho do Livro Múltipla escolha que estou lendo e fascinada. Recomendo!

“Nessa falta de parâmetros, a tentação de experimentar pode se tornar uma idéia fixa. Tudo parece estar disponível: riqueza, beleza, juventude eterna, viagens, prazeres, promiscuidade ( o que é que tem?) , mil modos de abafar dúvidas e angústias.
Queremos presença e segurança, porém, em vez de estímulos e ajuda,sofremos desde muito cedo mil cobranças: O que você vai ser? O que vai estudar? Como, fracassou em mais um vestibular? Já transou? Nunca transou? Onze anos e ainda não ficou? E ainda não bebeu? Nem experimentou uma maconhazinha sequer? E um Viagra pra melhorar ainda mais? Ainda agüenta os chatos dos pais? Saiba que eles te controlam sob o pretexto de que te amam. Sai dessa! Já tendo que trabalhar? E mais tarde: Quarenta anos, e ganhando tão pouco? Tanto compromisso? E não tem aquele carro? Nunca esteve naquele resort? Não viu aquele filme,nem assistiu àquele espetáculo?
Como raramente cumprimos esses mandados, já ao levantar de manhã nos acompanha a sensação de que algo está errado conosco: dúvida e frustração. Somos severos cobradores das nossas próprias ações.
No esforço de realizar tarefas que talvez nem nos digam respeito, tememos olhar em torno e constatar que muita coisa falhou. Se falharmos, quem haverá de nos desculpar, de nos aceitar, onde nos encaixaremos ,nesse universo de exitosos, bem-sucedidos, ricos e belos? Pois não se permite o erro, o fracasso, nesse ambiente perfeito. Duro dizer “amei torto, ignorei meus filhos, falhei com minha parceira ou parceiro, votei errado, fracassei na profissão, não ajudei meu amigo,abandonei meus velhos pais e esqueci meus sonhos”
Queremos,mais do que o possível, o espantoso: atividade, dinheiro, saúde, perfeição física , competitividade no trabalho, desempenho no amor, quem sabe até a foto naquela revista, a entrevista , os segundos de fama.
Mas sofremos a solidão no quarto, a ausência à mesa, a alegria perdida, o rosto onde nada combina, o silicone que escorre, a cicatriz que ressurge, e o tempo que ri de nós porque não o soubemos encarar. Enquanto nós, teatro mambembe de pequenos absurdos,ainda não encontramos nem a roupa nem o texto, nem sabemos quem vai nos dirigir, platéia de nós mesmos, sentada no escuro.
Carentes de uma escuta interessada, não temos com quem falar. Para as decisões que devíamos tomar ( às vezes o melhor é não fazer nada, mas refletir um pouco),precisamos de informação, que nasce da comunicação. Mas, no século dos mais altos decibéis, quando se trata da palavra somos desajeitados : temos medo de falar, e temos de silenciar. Múltipla escolha – Lya Luft “

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Ridiculo?


Ele me disse que senso de  ridiculo fazia bem em certas horas. E um silêncio preencheu todo o lugar.
Um sorriso. Uma troca de olhares.E uma resposta suspensa no ar.
- Você não vai dizer nada?
- Vou.  Ridiculo é ter medo de ser feliz. È não arriscar por medo de errar. È não fazer algo por se preucupar com que os outras pensam. È por se medir sempre com medo do julgamento alheio, isso sim é ridiculo.
 Posso não ser feliz o tempo todo, mas sei que ao menos estou do caminho certo.


segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Feliz!







A querida Bih Martins do blog  http://maisumdiaquesevai.blogspot.com/  presentou com esse selinho o blog Certas coisas assim!  Obrigadooo querida.


Seguindo o regulamento, os indicados devem, ao aceitar o selo, realizar quatro procedimentos:


1) Colocar a Imagem do Selo no seu Blog.
2) Indicar o Link do Blog Que o Indicou.
3) Indicar Outros Blogs Para Receber o Selo.
4) Comentar nos Blogs dos Seus Indicados Sobre os Selos.


•Blogs Indicados:

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

E eu escolhi você ♥





Não é que eu não saiba viver sem você. Talvez eu até saiba ou aprenda. A questão é que não quero nem tentar.
Não é que eu tenha medo de seguir sozinha . Eu não quero. Prefiro seguir com você aqui perto de mim.
Não é que eu precise de você ao meu lado. Eu não preciso. Mas eu  gosto de ter  você  ao meu lado.
Não é que eu não tenha outros caminhos. Eu tenho. Mas escolhi o caminho que cruzou com o seu.
 E isso meu bem,  isso é amor.
 Apesar de ter outras opções. Apesar de um mundo todo cheio de caminhos fascinantes .E apesar de ter a possibilidade de escolher algum ou todos eles. Optei por apenas um. Aquele que  você caminha ao lado.
Não por uma necessidade,mas pela livre escolha de optar pelo amor. Pela liberdade de decidir trilhar um caminho juntos e por ele ir escrevendo a nossa história.


sábado, 4 de setembro de 2010


''Não quero saber de medo, paciência, tempo que vai chegar. Não negue, apareça. Seja forte. Porque é preciso coragem para se arriscar num futuro incerto. Não posso esperar. Tenho tudo pronto dentro de mim e uma alma que só sabe viver presentes. Sem esperas, sem amarras, sem receios, sem cobertas, sem sentido, sem passados. É preciso que você venha nesse exato momento. Abandone os antes. Chame do que quiser. Mas venha. Quero dividir meus erros, loucuras, beijos, chocolates... Apague minhas interrogações. Por que estamos tão perto e tão longe? ''

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

This is my choice!!


Chega um momento em que a gente tem que aprender a amar aquilo que nos faz bem.
A deixar de lado aquelas pessoas que nos oferecem migalhas do seu tempo, de atenção e de afeto. A priorizar o que é essencial para a nossa paz interior ,sem considerar isso egoísmo. A deixar de lado os objetos de apego. As culpas. As opinioes alheias.
Tempo de cuidar do coração. E aprender que se a gente não preserva os nossos sentimentos, ninguém vai respeita-los. Que se não formos firmes nas nossa decisões nunca seremos levados a sério. Se não colocarmos um ponto final em algumas histórias ela consumira a nossa vida. Se não escolhermos os nossos caminhos, nossa vida se dará em caminhos dos outros,vivendo erros dos outros e nunca os nossos.
Chega um tempo que tem que se optar por você. E isso que eu decidi fazer.  

sábado, 28 de agosto de 2010

Amor,amor! ♥


Tem pessoas que acham que o fato de amar alguém da um certo poder sobre a pessoa. Que podem determinar como ela deve agir. O que deve pensar ou dizer. Vejo isso de forma descarada,chega a ser assustador . Eu amo. Amo tanto e tão intensamente. Mas tal verdade não me da autonomia sobre ninguém. Não me da o direito de querer fazer alguém  fruto das minha vontade. De fazer o que eu faço. De pensar igual a mim. De me dar satisfação de toda a sua vida.
Eu amo e só isso já basta. Não preciso de declarações continuas. De saber de cada pequeno detalhe. De abdicar presença constante.
Amor é liberdade.È saber que com todos os pesares, turbulências e modificações nos não estamos sozinhos. E isso já basta. Ao menos deveria bastar.
Amor é acima de tudo cuidado. Não controle. É participação e não dominio.É aprender com as diferenças. È respeitar os limites,as vontades do outro. È compreender, não julgar. È aconselhar e não mandar.
O amor nos deixa livre para viver o que há de integro em nós. De viver a nossa verdade sem medo. De expor nossos dilemas e inconstâncias sem restrições. De mostrar o que há em nós que anseia por modificações. E se sentir bem por isso. O amor alimenta nossa vida de presenças essenciais.
Amor é liberdade.È saber que com todos os pesares, turbulências e modificações nos não estamos sozinhos. E isso já basta. Ao menos deveria bastar.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

I wish ♥


Eu desejo  não perder a capacidade de ser sensível a dor do outro.
Não me acostumar com as atrocidades que surgem diariamente,e  que são vistas como normalidade aos olhos de alguns.
Não perder a coragem de recomeçar sempre que for necessário.
Não deixar de acreditar nos meus sonhos.
Não perder a capacidade de sorrir e,de rir das bobagens cometidas.
Desejo não me esquecer daqueles que ficaram no caminho. Mas desejo também não viver de passado.
Desejo ter sempre paciência nas esperas que a vida me concede.
Não perder a  fé nas pessoas.
Desejo não perder a capacidade de acreditar e ver a mão de Deus no meu dia a dia.
Desejo conseguir ir  em frente apesar de todos os medos, tropeços e escolhas erradas.
Desejo não me perder e esquecer de quem sou , para que tudo isso que eu desejo se torne possível de viver.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010



Coloca as mãos sobre a minha. Sorri de um jeito que só eu sei decifrar. Olha nos meus olhos e  diz tudo aquilo que as palavras não conseguem dizer ,e neste gesto diz tudo aquilo que preciso saber. Que poucos sabem ou entendem. Mas que faz pleno sentido para nós. E como faz.

terça-feira, 10 de agosto de 2010


O mais importante e bonito do mundo é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, mas que elas vão sempre mudando.
 Guimarães Rosa

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Tempo


O tempo é tão relativo,não? Passa correndo quando algo bom acontece. Em outros momentos se arrasta como se os segundo fossem eternos, mas ainda assim deixando uma sensação de que tudo está rápido demais. 
Vivemos num embate  constante contra o tempo. Há tanto o que fazer, tanto o que aprender. Tantas pessoas para conhecer. Um mundo imenso a descobrir.
São tantas coisas que o tempo sempre é curto demais. Rápido demais. Cruel demais.
Penso as vezes que isso é um tanto nosso. Temos uma necessidade de querer abraçar o mundo com braços pequenos demais. Nos atolamos em  afazeres sabendo que nem a metade é possível realizar. E com isso ficamos frustrados, inquietos e mais estressados que o comum.
Eu sou assim, quero fazer tantas coisas ao mesmo tempo e depois enlouqueço por não consegui fazer. Tenho tentado calmamente ordenar minhas prioridades de uma forma racional antes que eu enlouqueça. O que é um desafio. Ter foco nas situações. Ter inteligência emocional pra lidar com tantas atribuições.  Não seu se tenho me saído bem, tento ao menos. È bem aquela história ,de o tempo é você quem faz. As vezes com boa vontade essa frase é aplicável no dia a dia. As vezes.
Que possamos ser mais justos conosco. Ter tempo para o que é fundamental, para as coisas que nos fazem felizes e realizadas. Claro abdicar de algumas coisas sempre é necessário, mas ter serenidade também. Equilíbrio é fundamental para a vida. E o tempo sabe bem disso. Ele não perde tempo no intuito de fazer correr o ponteiro. E ele gira cada vez mais rápido aos nossos olhos.
Que possamos ser generosos com as nossas limitações. Pacientes com as nossas escolhas e que possamos equilibrar as nossas vontades com as nossas possibilidades. Deve ser essa a constante do equilíbrio. È isso é o que mais nos falta. Equilíbrio minha gente,equilíbrio. Não é fácil encontrar,mas a gente se esforça tentar. Sempre. 


sábado, 31 de julho de 2010

Refazer o que se desfez.


Durante a vida a gente tem que se refazer tantas vezes. São tantos os tombos. As rasteiras. São tantas as frustrações. È necessário um tempo para refazer tudo que se desfez. Tudo que teve um fim, pela força do tempo, pelas nossas escolhas e pelas escolhas que de quem está na nossa vida. Tempo de reconstruir. E aprender tudo novamente. Com cautela. Com delicadeza e paciência. Cautela em como recomeçar. Delizadeza com os nossos limites.
Paciência na espera que nem sempre é tão rápida como queremos que ela seja. Paciência para recomeçar. Sempre que necessário for.

quinta-feira, 29 de julho de 2010


“Endureci um pouco, desacreditei muito das coisas, sobretudo das pessoas e suas boas intenções.”

Caio F. Abreu

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Dessa insatisfação eterna!

Dai depois de tanto esperar aparece aquela pessoa que parece ter saído de um filme. Aquela pessoa que você esperou a vida toda. Aquela pessoa que você sempre quis ter ao lado. Aquela pessoa que veio para te completar.
Ai você de repente fica apreensivo. Já não sabe mais se é isso que realmente quer. Talvez seja melhor esperar mais um pouco.
Ou talvez após muito custo. Com muito esforço você consegue aquele emprego. Que você dedicou tanto tempo, mas de repente já não é tão bom quanto o esperado.
A verdade é que ninguém nunca se satisfaz com o que tem. Parece comum constante
O que eu mais vejo é pessoas que lutam tanto por algo e depois não sabem o que fazer com ele. Que almejam tanto um bom relacionamento que quando consegue não sabe cuidar do outro. Que anseiam por sempre mais, mas sem investigar ao certo o porque, ou o que fazer com isso quando conseguir.
A insatisfação nos sonda.
Evidente que almejar crescer na vida,obter bens é bom. O que me preocupa é essa ânsia que não passa. Essa luta constante em querer sempre mais ,e nem saber a razão.
A impressão que eu tenho e que as pessoas tem uma necessidade absurda de provar para as outras que conseguem ser melhor em tudo. Que pode ter o melhor trabalho, a melhor casa, os melhores amigos, o carro mais potente, o celular mais moderno, e tudo isso para provar para os outros. Que não gastam tempo para perceber o que realmente desejam para si. O que querem conseguir pra suas vidas.
E deve ser essa a razão de tanta busca. Já ouvi tantas vezes que quem não sabe o que procura não vê o que encontra. Fato.
Quando a gente sabe o que procura, o que deseja. Quando se permite investigar aquilo que de fato é importante para nós é mais fácil notar quando aparece. E quando tudo que desejamos conquistar chega, a gente sabe cuidar com esmero.
O segredo é esse. Conhecer. Na medida que a gente se conhece fica mais sereno caminhar. E assim é bem melhor.Sempre é.




sexta-feira, 23 de julho de 2010

Amor maior ♥

Ele tem me sustentado. Apesar dos meus medos,da minha infinita limitação. Ele tem olhado para minha vida e milagres no meu  cotidiano acontecem. Vem abrindo mares, abrindo caminhos. Vem me dando coragem. Vem me levantando das rasteiras que a vida me dá. Das escolhas erradas que eu faço. Dos caminhos tropegos que eu ando. Vem me consolando das dores. Enxugando as lágrimas de frustração e cansaço que me acometem em tantos momentos.
Ele permanece perto de mim, apesar de tudo.Apesar da minha pequez, da minha falta fé e coragem. Me impulsiona a ser uma pessoa melhor, a lutar pelos meus sonhos a não esquecer da essência que há em mim.
Coloca em meu caminho pessoas especiais. Me dá aquilo que eu preciso ,o que muitas vezes não é o que eu quero.
E quando eu me perco. Quando os caminhos que escolho me afastam Dele, Ele  me aceita de volta com um amor desconcertante. E me faz lembrar do que eu sou e do que eu preciso.
Não há como explicar ou o que dizer além de Obrigado!
Obrigado Senhor por não desistir de mim!

terça-feira, 20 de julho de 2010

Dia do amigo! ♥


♫ Ainda bem que você vive comigo, porque senão como seria essa vida? ♫

Hoje é oficialmente o dia do amigo. Mas todo o dia é dia do amigo não?
Amigos dão tonalidade,musicalidade e poesia as nossas vidas.
Eles nos permitem ser como somos e ainda assim nos amar.
Permitem espaços para as nossas pequenas loucuras, manias e dilemas.
Tem sempre uma palavra para nos dar, mesmo que seja um não sei. Mas nunca nos deixam sem respostas.
Nos estimulam a correr atrás dos nossos sonhos. A lutar por tudo aquilo que desejamos.
Nos dão conselhos.
Partilham a vida, a história. São fontes de serenidade, de paz e de alegria.
Falam o que é necessário e não o que gostaríamos de ouvir.
Muitas vezes conhece o que somos muito melhor do que a gente mesmo.
Amigos  são faces de Deus na Terra. Guardiãs que Deus deixou para cuidar da gente mais de perto,para ser voz,presença e cuidado.
No dia de hoje eu poderia aqui falar inúmeras coisas, falar sobre o que cada amigo que passou pela minha vida imprimiu no que sou agora. Poderia citar os aprendizado, as mãos que me sustentaram quando eu não consegui caminhar. Poderia citar os instantes que permanecem eternos no meu coração. Poderia. Mas quero apenas dizer obrigado. 
Obrigado por não desistir de mim. Obrigado por descobrir a parte que há de mais verdadeira em mim. Obrigado pelos conselhos, pelas brigas,pelos puxões de orelha. Obrigado por me confiar segredos, partilhas.Obrigado pelos momentos passados juntos. Pelas alegrias e também pelos momentos tristes.Obrigado por me mostrar que a dor quando partilhada não machuca tanto.   Obrigado por não me deixar desistir dos meus sonhos. Obrigado por me fazer a todo tempo me lembrar do que eu realmente sou.
Para cada um de vocês, todo o meu amor e gratidão . ♥


sábado, 17 de julho de 2010

O essencial é seguir ...


Porque será que muitas  vezes a gente tropeça na mesma pedra?  Quando o caminho segue certo ,tudo parece no seu devido lugar, num leve descuido, ali esta seu objeto de queda com um sorriso abusado .E a gente tropeça e cai. Talvez na mesma pedra, no mesmo motivo. Muitas vezes a pedra tem até nome, ou se materializa em forma de um relacionamento, um vicio ,uma pessoa ou uma situação. Ai a gente cai. Tem a sensação de ser a pessoa mais inocente e medíocre do universo. Sofre. Reflete todas as escolhas. Respira fundo, levanta,sacode a poeira e recomeça. Já não é mais a mesma. Já não levanta a mesma pessoa. Talvez uma escoriação aqui outra ali. Mas com o coração mais forte e a mente mais clara.
Cai e levanta. Da  movimento a  vida, mesmo com as inúmeras quedas. Aprende com os erros. Ou muitas vezes comente os mesmos só por teimosia. Insiste. Persiste
E assim que deve ser sempre. Viver e a todo tempo arriscar. E os riscos por mais que calculados ,sempre nos surpreendem.
Sempre haverá algo no caminho, para nos fazer desistir dos nossos sonhos,para fraudar nossos projetos. Para nos fazer questionar as nossas escolhas.Para inibir nossa felicidade. Mas com sabedoria e maturidade a gente aprende a lidar da melhor forma.
O importante é seguir sempre, apesar das quedas, das desilusões. Das mentiras. Dos erros. Seguir é necessário para ser feliz é tudo o que é verdadeiramente importante ,denota um certo trabalho. Mas vale a pena para que a gente aprenda que a capacidade de mudar as nossas vidas, a capacidade de ir atrás do que se quer é unicamente nossa e com determinação tudo é possível.
Pois temos dentro de nós uma força que só se descobre por meio da adversidade. Uma tolerância que só descobrimos quando testada inúmeras vezes. È uma paciência que nem sabíamos possuir. Tudo reservado em um cantinho. Um arsenal de força que há dentro de cada um de nós para que possamos cumprir o nosso destino que é ser feliz.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Recomeçar ...

E recomeçar é doloroso. Faz-se necessário investigar novas verdades, adequar novos valores e conceitos. Não cabe reconstruir duas vezes a mesma vida numa só existência. É por isso que me esquivo e deslizo por entre as chamas do pequeno fogo, porque elas queimam - e queimar também destrói.

Caio Fernando Abreu

sábado, 10 de julho de 2010

Nietzsche ♥


Estar bem e feliz é uma questão de escolha e não de sorte ou mero acaso. É estar perto das pessoas que amamos, que nos fazem bem e que nos querem bem. É saber evitar tudo aquilo que nos incomoda ou faz mal, não hesitando em usar o bom senso, a maturidade obtida com experiências passadas ou mesmo nossa sensibilidade para isso. É distanciar-se de falsidade, inveja e mentiras. Evitar sentimentos corrosivos como o rancor, a raiva, e as mágoas que nos tiram noites de sono e em nada afetam as pessoas responsáveis por causá-los. É valorizar as palavras verdadeiras e os sentimentos sinceros que a nós são destinados. E saber ignorar, de forma mais fina e elegante possível, aqueles que dizem as coisas da boca para fora ou cujas palavras e caráter nunca valeram um milésimo do tempo que você perdeu ao escutá-las.

...

Marcados pelo que nos transmitem os outros, seremos
malabaristas em nosso próprio picadeiro. A rede estendida por baixo é tecida de dois fios enlaçados: um nasce dos que nos geraram e criaram; o outro vem de nós, da nossa crença ou nossa esperança.
Perdas e Ganhos - Lya Luft

sexta-feira, 9 de julho de 2010

O obscuro que há em nós!

E esse lado obscuro que há dentro de nós. Sim , essa sucessão de erros que mascaramos com um lindo sorriso. Essa parte medíocre que habita em nós. As fraquezas que insistimos em negar ,até para a gente. O que se faz com essas coisas que não temos orgulho em sentir e que nos esforçamos para esconder?
O que a gente faz com a inveja, com o ciúme, com o egoísmo? Com os desvios de caráter? O que se faz com tudo isso. Com todas essas partes feias que caminham lado a lado com as nossas virtudes.
O que a gente faz?
Enfrenta.
 A gente tenta se superar. Deve ser parecido como um tratamento contra vícios. Como o lema dos alcoólicos anónimos. Um dia de cada vez.
O que a gente mais vê por ai,são pessoas que não sabem lidar com suas fraquezas e pequenez,e saem por ai cometendo atrocidades por não ter controle sobre si mesmo. Por não saberem como lidar com seus sentimentos, por não entender o que acontece dentro de si  ou  por nem se dar ao luxo de tentar entender.
A medida que a gente cresce vai percebendo que a perfeição e a facilidade que vimos no caminho era pura teoria. Na vida , na real tudo é bem mais complicado. Todo o dia é uma luta constante entre o que há de bom e ruim em nós. Em não se deixar contaminar com o que há de ruim no outro e solto por ai em proporções imensas.
O obscuro que há em nos vem de encontro com tudo de bom que também temos. Que descobrimos no caminho possuir. O desafio é descobrir. É se lançar ao  hábito  de  tentar compreender tudo o que nos inquieta e nos amedronta, e ter a sabedoria e o discernimento para lidar com  as respostas.
Não é fácil. Nunca é. Mas ao menos isso nos permite ter maturidade com nossos sentimentos, nos permite aprender a lidar com as nossas limitações. Nos ajuda a sofrer menos com as nossas escolhas e consentimentos. Permite que a gente viva mais e sofra menos. E sofrer menos já vale a pena. E só isso basta!




P.s : Foto do site Olhares.com  - Pasta autor SEVEN .

segunda-feira, 5 de julho de 2010



Que palavras usar quando se deseja tantas coisas a uma pessoa. Que palavra dizer, quando se tem tanto a dizer. Não há uma palavra ou frase que resuma a importância que alguém na vida de alguém. Espero que Deus retribua em sua vida todo bem que você  faz aos outros, todas as palavras, todos os sorrisos. Que ele preencha de amor e felicidade cada pequena parte de você . E arrisco em dizer que ainda é pouco, muito pouco. Te amo e te desejo todas as coisas boas que há neste mundo, todos os amores, todos os sorrisos, os mais lindos olhares e toda a felicidade sempre e cada vez mais ,mais e mais!

♫ se eu pudesse escolher outra forma de ser, eu seria você ♫

Amoo sempre!! ♥

sábado, 3 de julho de 2010

Eu peço ♥

Eu peço a Deus tudo o que eu quero e preciso. É o que me cabe. Ser ou não ser atendida – isso não cabe a mim, isso já é matéria-mágica que se me dá ou se retrai. Obstinada, eu rezo. Eu não tenho o poder. Tenho a prece.
Clarice Lispector

quarta-feira, 30 de junho de 2010

♫ Caminhando e seguindo a canção ♫

,
Caminhos se abrem diante dos meus olhos e tudo me impulsiona rumo a eles. Não há como voltar atrás. O caminho a frente não trás garantias, do mesmo modo que que ignora-los também não garante nada.
Então eu sigo em frente. Confio no Deus que me guia e sustenta os meus passos. Guardo todos  os medos no bolso do jeans, escolho o sorriso mais bonito ,respiro fundo e tento caminhar com confiança.
Não sei o que me aguarda. Não sei o que há depois da curva. Só sei que vou indo. Sempre fui assim, não tenho medo de caminhar rumo ao novo, tenho medo sim de tudo aquilo que me prende sem me deixar seguir.
Horizontes se abrem e minha alma se expande para acolhe-las, e vai ser sempre assim. Sempre foi assim.
E aqui vou eu ....

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Pause.


Resolvi parar com tudo agora. Parar tudo ao meu redor e ficar assim. Quieta. Silêncio pleno. No momento apenas isso me atrai. Me retrair. Mergulhar em universos desconhecidos dentro do mim. Vasculhar vazios no coração que clamam por presenças que não lhe pertencem. Rever pontos que insistia em não pensar. Revirar o livro da minha vida e grifar as linhas importantes, tirar a poeira das velhas dores que ainda não se foram. Ordenar os erros. Retirar excessos de apego, futilidade e teimosia. Me virar do avesso. Ir aos extremos que há em mim. e no fim, me preparar para ao próximo capitulo... 

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Somente eu.



Tem momentos  de conflitos que por mais amores que tenhamos para nos apoiar. Só você pode lidar com eles.
Tem momentos que é só seu. Só você pode lidar com as consequencias. Só você pode encontrar a rota mais certa. Só você pode vivenciar.
Tudo é nos. Tudo o que sentimos. Todos os anseios. Todas as nossas projeções e expectativas. Tudo nosso.
Isso que nos diferencia um dos outros. A capacidade de lidar com todos os sentimentos que nos atingem. De se lançar em situações meio a cegas, de apostar em sentir sempre, arriscando a se perder em sofrer ou se decepcionar. Mas é assim que tem que ser. Não há modo mais simples. Não a jeito de conhecer os limites sem testa-lo. E em cada queda, em cada aranhão que o coração leva,em cada tombo. O levantar é diferente. E o que fica é a sensação lição feita. Um pouco mais de sabedoria,força e serenidade. 
Um pouco mais alertas. Mais confiantes. E com a certeza de que tudo que nos afeta, tudo que nos faz sofrer vem das concessões que nos permitimos. Vem de cada sim emergencial que damos. Vem dos sentimentos razoáveis que permitimos viver. Vem cada pessoa medíocre que deixamos invadir nosso território. Vem de cada culpa que resolvemos assumir.
Vem de tantas outras coisas, pessoas e até da gente mesmo. Mas quando a gente se dispõe a entender,a aprender a conviver com as nossas limitações  fica mais fácil viver tudo isso e saber que no fim ,a gente sai inteiro, mais sábio e mais feliz.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Simples assim ♥


Tantas vezes a gente busca felicidade em coisas grandiosas, em bens materiais e muitos ainda na vida de outras pessoas. E, de repente, numa fração de segundo, ao lado de certas pessoas , fazendo as coisas mais simples do mundo ,a gente experimenta uma felicidade que parece infinita. Que faz da vida especial. Que faz toda a diferença.
Amor é isso. E isso é felicidade
Simples assim! ♥

sábado, 12 de junho de 2010


Mas então sem maiores soluções. Sem alarde.Você me olha e tudo volta ao seu devido lugar. O amor tem esse poder organizar o caos que habita em  nós. De fazer tudo ficar onde deve estar. De ver as coisas como elas realmente são. Sem lógica talvez,mas não ando buscando respostas prontas ou soluções mágicas. Ando sempre em busca do amor, do remanso ao meu  coração e dos pequenos instantes de felicidade. Só isso importa. Só isso!

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Então eu venho e desabafo!


Ando com a paciência no limite que chega até a ser assustador. Normalmente por mais que o sarcasmo me domine, sou muito tolerante com algumas coisas,mas ultimamente minha paciência anda bem escassa.
Dever vir do mal que abate a vida de muitas pessoas, a falta de tempo, o excesso de afazeres e a sensação de que poderia ser melhor. A inqueitação por não poder dar atenção a quem é especial. A pressão do dia dia, ao estresse alheio que acaba com os nossos dias.
Me irrita essa hipocrisia alheia,que se choca quando a gente não é tão condescendente com a loucura e a falta de respeito.Tem momentos que não dá,simplismente não dá. Desculpe, mais não dá!
Todas as pessoas possuem seus problemas,mas isso não é indicativo para sair por ai derramando eles no colo de quem não tem nada a ver com isso.
Percebo o quanto as pessoas comentem seus erros e tiram o corpo fora colocando a culpa em algo ou alguém. Coitado do destino, do acaso,viram motivos, viram desculpas, alvo fácil.
Gente que não assume seus erros. Não assumem seus sentimentos. Não assumem seus defeitos. Usam da vida alheia para demostrar o quanto são perfeitos por não cometerem os mesmos erros, por não dizer certas palavras e por não agir de dado modo. Mas essa é a rota mais facil. È fácil apontar o que há de errado no outro. Apontar o que o outro precisa melhorar. Onde ele anda errando. Que tipo de comportamento ele deve melhorar.
O díficil é rever as atitudes e tentar ser uma pessoa melhor. Ser verdadeiro no que você diz é ser criterioso no modo de dizer. Dificil é ser o que se é sem se ocupar dos pensamentos alheios.
Dificil é não se importar e dar a cara a bater. De assumir suas chatisse e pequenez e viver bem com isso.
Dificil é ter coragem e iniciativa de enfrentar as consequencias de cada escolha tomada.
Falar é facil. Mas tem dias que tudo isso cansa demais. Que não tem jeito de ficar queito. Ver calado as atrocidades que as pessoas fazem e falam e ser permisivo quanto a isso.  Tem dias que não dá. Ser autentico custa um pouco caro,mas não fujo disto em função do que os outros vão pensar. Cada um que assuma sua vida,suas escolhas e suas consequencias. Não há outro modo,a vida é isso.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Ponto final!

Optei pelo ponto final. Sem pausas. Sem alternativas. Nos resta o recomeço ou o esquecimento.
É inútil bater sempre na mesma tecla, insistir na necessidade de reajustes, nos pontos em que discordamos e nas nossas infinitas contradições.
Melhor deixar tudo do modo que está. Sem muitos questinamentos. Sem muita enrolação.
A vida é boa e rápida demais para se perder tempo com coisas que no fundo sabemos não ter soloução.
Você tem o seu jeito de ver as situações,tem seu modo de pensar e agir, do mesmo modo que eu também tenho, e isso é inquestionável.
Permitir que as coisas ruins falem mais alto que as boas e loucura.
Cansei de todas as conversas, as trocas de ofensas que não nos fazem ir a lugar algum. Ponto final, virei a página para começar uma nova história.
Deixe por conta do tempo. Ele vai moldando o nosso ser. Faz com que tudo fique onde deve estar,basta aguardar.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

O pequeno livro que sou eu.

Tem pessoas que são como livros abertos. Que é possivel observar  tudo o que elas sentem apenas ao mais breve olhar.Tem pessoas assim, as vezes de forma inconsciente, ou de forma bem consciente. Consegue transparecer todas as dores e sentimentos que tranpassam a alma em questão de segundos .
Queria ser assim. Ser transparente. Parece mais simples. Levanta menos questões. Mas não consigo. Tenho para mim que parte de tudo o que você sente é apenas seu. Você tem que lidar com eles, conviver com eles e aprender a viver com eles. Não há ajuda que resolva esse fato. E muitas vezes por ser assim sou mal interpretada,mas sou assim e não tenho nenhuma pretensão a curto prazo em mudar.
Eu até poderia ser um livro aberto. Talvez um livro de suspense. Em cada cena um algo a revelar,ou a esconder. Confundir. Preservar e demostrar que muitas vezes, por trás de toda a serenidade e simpatia esta um turbilhão de sentimentos que ainda não consegui organizar. Por trás do silêncio apenas a vontade de silenciar. Por trás do excesso de palavras o panico de não querer lidar com aquilo que ainda não compreendo. Atrás de toda a alegria ,um coração dilacerado, batendo de forma inconstante, mas que insiste em bater e em viver ,pois somente eu posso ajusta-lo.
Mas não sou um livro. Talvez um exemplar raro sim, mas não um livro. Essa sou eu. Um turbilhão de sentimentos contraditórios, constantes, confusos e totalmente verdadeiros. Mas que me fazem vivenciar e investigar cada pequena parte do tudo que sou.
Quem me conhece de verdade sabe o sentimento que tenho por cada um. Não há necessidade de ficar a todo momento reafirmando o que se sente. Isso é insegurança e desse mal eu ainda não sofro.
O essencial é ser verdadeiro com tudo aquilo que a gente é e com o que não somos por falta de vontade, por falta de oportunidade ou por falta de iniciativa.
 O que as pessoas enxergam da gente, é problema de cada um. A gente reflete o que é. Apenas isso,e nada mais.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

||She's the one.||



Ela é tudo. Ou o tudo nela esta?
Não se deixe levar pelo jeito doce de ser. A educação notável. O olhar compassivo.
Não permita dar a ela uma definição.Não se envolva em demasia .
Não dê meias respostas. Meios sorrisos. Não se envolva pela metade. É sempre tudo ou nada, nã há variações.
Não aceita meias verdades, mentiras sinceras ou sorrisos forçados.
Não espera nada. Exige algumas coisas. Quer tudo e não se contenta com quase nada.
Questiona tudo. Se inquieta sempre.
Tem principios. Tem carater.
É astuta. Perspicaz. Sedutora. Inocente. E as vezes tudo de uma só vez.
Vive assim, dando a cara a bater. Assumindo suas chatisses , neuras e imperfeições .Sendo o que é e só. E cada um que lide da melhor maneira com esse fato. Afinal cada um é tem que aprender a lidar com os seus proprios dilemas.
Ela é apenas ela. Poderia ser eu. Poderia ser você.
Sempre há muitas faces por trás de nos ,talvez ela  seja a parte mais verdadeira do que cada um de nos anseia em  ser, mas não é por uma infinidade de razões.Talvez ela seja  parte do que você ja é e ainda não se deu conta. Ela é parte do todo que somos nos. Com nossos momentos. Nossas inconstâncias.
Com nosso desejo de seguir em frente apesar de todos os pesares. Com os medos e com toda a audacia de viver. Com as mais certas e incertas escolhas. Com os acertos de ocasião. Com todos os amores e dores do caminho. Com tudo. Ela tudo. Porque o tudo é o que somos cada um de nos.

quinta-feira, 6 de maio de 2010

E só questão de tempo.

Com o tempo as coisas voltam ao seu devido lugar.Nosso coração começa a bater no ritmo de sempre. Sem pressa. Sem alarde.E nos voltamos a tão merecida paz,com a alma fortalecida e algumas lições para vida. Em meio ao caos é possivel rever muitas coisas.Fica mais fácil se desapegar do que não é realmente seu. Perceber o que necessita ficar, e o que é necessário deixar.Viver a falta de lógica que da um certo sentido a tudo. Nem tudo se resume em compreender.Ao menos isso eu aprendi.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

...: I changed again:...


Sentimentos não sobrevivem de doses de passado. O que fomos ontem não se aplica no hoje.
Aquela pessoa que você conheceu há alguns anos atrás, não é mais essa que você vê frente a frente hoje. Ela mudou. Intencionalmente ou não,mas mudou. Teve que se adptar a uma realidade um tanto cruel, a fatos desconhecidos e a outras situações.
Não pensa mais do mesmo modo,não acredita no para sempre e  talvez não seja mais tão tolerante.
Ela cresceu, passou por leves modificações,mas a essência ainda é a mesma,os valores e o cárater também.
Tem sonhos, tem projetos. Mas pelas desilusões do caminho não acredita mais em tantas coisas como antes, mas talvez guarde um pouco de fé nas pessoas.
Que ainda gosta de dançar pela casa, de ouvir música no mais alto dos volumes, de dias de chuva e ver filme comendo brigadeiro.
Aos seus olhos pode ser uma estranha, mas é porque cresceu, mudou longe dos seus olhos, ou até perto,  e você não viu. Apenas porque você ainda à  enxerga numa versão antiga, repleta de fatos e verdades que não lhe cabem mais. Ou talvez porque você tenha a conhecido de forma tão superficial que não reconhece a essência do que foi e ainda permanece sendo.
Sentimentos precisam ser alimentados,não de presença constante, mas de cuidado constante. De querer saber o que se passa na vida do outro, de querer participar da vida do outro.
Eu mudei. Você mudou. Tudo o que a gente viveu faz parte da nossa história e foi fundamental. Mas por alguma razão nossos caminhos não se encontram mais. Você ainda conhece na versão antiga e eu nem sei se quero alguma versão sua.
A gente cresce e percebe que o que é realmente  fundamental não  fica no caminho. Caminha e cresce na mesma proporção,amadurece conosco.
Eu mudei e vou continuar mudando para ser fiel a mim , a minha essência, para não me perder do que sou. Talvez esse não seja um final feliz ,mas foi o final que tudo isso nos reservou.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

O nosso grande desafio é tentar descobrir cada pequena parte do todo que  somos nos. 

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Dessa tal verdade.




Talvez a verdade é que não há um jeito simples ou indolor de resolver tudo isso. Eu não posso ser o que você quer. E você não entende o que eu sou. De tanto tentar se ajustar, a gente se desencontra cada vez mais. Talvez isso seja necessário. Quebrar a cara numa sucessão de vezes até que se aprenda que na verdade,não há fórmulas mágicas. Que o que sabemos nem sempre se aplica a situação de agora. Que tudo é diferente,quando a pessoa é diferete. Que não se deve esperar que as pessoas cuidem de você com o mesmo zelo que você da a elas,pois isso nem sempre acontece.Tudo pode sim acabar bem, desde que haja disposição de ambas as partes.
Não há  modo rápido ou correto de finalizar tudo isso. Não tem como evitar a dor quando se  busca a felicidade. E nos sabemos disto e de toda a confusão que nos cerca,inquieta , nos afasta e nos  faz sofrer. Verdade essa,sempre nitida que aponta diante nos,reluzente como nunca e que fingiamos não notar. Até agora.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Não tem explicação.


Com um doce sorriso e o tom de voz que me chama de volta. Me envolve com um sentimento tão sublime que me deixa sem ar. Não há mais dor. Não há mais sofrimento. Seu olhar amoroso me atinge e nada parece igual. Sua voz me acalma e me da coragem. Ja não sei dizer quem sou sem falar desse amor que preenche meus dias, que me recobra o fôlego e que impulsiona a crescer. Não há nada que importe neste momento. Pois o seu amor preenche todos os espaços dentro e fora de mim.

sexta-feira, 16 de abril de 2010


Apesar de todos os adjetivos que gostaria de lhe dar, hoje quero apenas dizer  ,que  para mim você é  verbo conjugado em três tempos, amei,amo e amarei.
Sempre.

quinta-feira, 15 de abril de 2010

E eu que pensei que seria fácil.

Quem disse que viver seria fácil? Que escolher implica em sofrer ,até demais as vezes. Quando a gente nasce ninguém nos diz: Olha,se prepara que a coisa vai ferver, não, não diz, apenas a gente descobre da maneira mais tosca, ardendo na chapa que ferveu para o nosso lado.
Nem sempre a gente entende o que acontece, nem sempre a gente entende as nossas escolhas, nem sempre as pessoas entendem as nossas escolhas. E as vezes isso acontece tudo ao mesmo tempo.
Dúvidas, questionamentos,cobranças.
Tem dias que da preguiça de viver. Que a bondade some dos poros. Que tudo é extremamente irritante. Que da vontade de entregar os pontos. Que parece que tudo foi tempo perdido,em vão.
Ai para o mundo que eu quero descer. Quero sair disso tudo aqui antes que eu fique doido.
Será?
A gente não tem certezas, não tem garantias de nada dessa vida. Vivemos na corda bamba, no ultimo suspiro. Não sei quem determinou ser essa a ordem das coisas,mas acontece.
As vezes a gente sofre, faz com que as pessoas que amamos sofram . As vezes de forma intencional, as vezes não. Eu sempre digo que a gente não tem culpa pelos sentimentos que as pessoas alimentam pela gente,não existe um eficaz sistema que faça a medição correta em quanto ou quando se envolver.
A gente fica meio doido e vai de cabeça e acaba dando a cara a bater. Certo ou errado? Ahh daí isso eu não sei respoder.
Acho que tudo o que a gente vive deve sim ter uma razão. A gente vive e só. Devido as nossas esolhas, as escolhas dos outros que nos envolvem, pelos caminhos corretos ou não.
Mas vive, insiste em dar sentido a tudo,e isso por si só já é dificil demais para que o julgamento alheio nos tire o sossego. Que faça com que a gente se sinta o pior dos seres vivos por algo que não podemos corresponder ,dizer ou fazer.
Quanta dificuldade. Dizem que tudo o que vale a pena nesta vida da trabalho,estou confiando nisso,ao menos por enquanto.

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Arrisco em disfarçar, disfarço para arriscar.


Chega uma fase na vida em que a gente não se importa muito em disfarçar o que é ou não é. Que faz somente o que agrada. Que deixa de fazer as coisas para agradar ou para atender as expectativas alheias.
As vezes eu sou implicante, chata e até meio grossa,mas não sou apenas isso, mas só vai saber disso quem se dispor a me conhecer, porque não é raro ver a velocidade que as pessoas passam pela nossa vida, e muitas delas só enxergam em você o que querem.
No fim das contas nem a gente sabe ao certo o que é,mas ao menos arrisca em tentar. Eu arrisco, e arrisco tanto que as vezes o tombo é forte. Porque muitas vezes em tentar ser o que se é, você é incompreendido, mal interpretado e, em algumas circunstâncias até difamado, pois existem pessoas que acham que sabem tudo sobre você apenas por uma atitude ou uma palavra. Que traçam um perfil sobre a sua vida com base de minutos de conversa. Mas ainda assim arrisco, jogo tudo para o alto para ver o que permanece no lugar. Me equilibrando firme na corda bamba das minhas inconstâncias e incertezas. Renovo a fé em mim e em tantas outras coisas.Acreditando em meias verdades, em mentiras sinceras. Tirando alguns excessos, formando pequenas teorias, vivendo a relatividade das situações,pois assim sou e não tento de modo algum disfarçar.

sábado, 20 de março de 2010

...

Quando se põe de lado todas as pré-definições corriqueiras em relação ao outro, é possivel vivenciar verdadeiramente tudo o que ele realmente é .

terça-feira, 16 de março de 2010

=(

Triste quando se da  conta de que um alguém que era tão importante para sua felicidade hoje é apenas mais uma pessoa que apareceu na sua vida , ficou o tempo que era conveniente e se foi, quando tinha tudo para permanecer.
Fico pensando onde fomos parar. E o quanto é dolorosos ir seguindo a vida e deixando alguns pelo caminho.
Mas vou seguindo, lembrando que ficar pelo caminho foi escolha sua. E com as escolhas a gente não discute, as respostas vem por si só, basta apenas esperar.

quinta-feira, 11 de março de 2010

quinta-feira, 4 de março de 2010

Escolhas.


È essencial cada pessoa  aprender a assumir as consequências de suas escolhas.Livre arbitrio é para isso. Deixe de por a culpa na sorte, nos outros, no destino ou em Deus. Cada escolha trás consigo inúmeras consequências. Crescimento é isso ,saber que tudo o que acontece em nossa vida, resulta em um sim que damos, em sermos condecendentes com alguma coisa, e cada vez que  permitimos que algo entre na nossa  vida , cada vez que opto por algo ,é preciso estar preparada para tudo o que há de vir.
Canso de ver pessoas que se fazem de vitimas. Que não assumem seus atos e passam a vida inteira lamentando , procurando desculpas para seus fracassos. Pessoas que não correm atrás do que querem e ficam menosprezando as vitórias alheias.
Falar é fácil,reduzir o mérito alheio também. O dificil é dar a cara a bater, correr os riscos e ir atrás do que se deseja. Abrir mão de tantas coisas no intuito de alcançar outras. Sofrer pequenas batalhas internas a todo tempo, lutar contra o medo, a cansaço e as dúvidas.
O tempo não espera,corra atrás do que você se deseja. Focalize o que você deseja alcançar. Assuma suas escolhas e de boas vindas ao seu destino.

Grandes amizades permanecem em nossa vida mesmo sem o convivio continuo. O amor muda de forma mas  permanece essencial para a felicidade.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Viver tudo o que há para viver!

Tire da sua cabeça a vã ilusão de que nos resta muito tempo. O tempo é agora! A vida segue rápida demais para nos darmos ao luxo de esperar pelo depois.
Então não deixe de vivenciar o que há de melhor no outro, de cuidar de quem é importante,de ser dono do seu tempo. Não deixe a chance passar, de matar a saudade, de sorrir, de chorar e de abraçar apertado.
È tempo de cuidar e amar tudo que temos ao nosso redor. Os destinos são tão imprevisiveis,não se sabe ao certo por quanto tempo teremos as pessoas ao nosso alcance,ao nosso redor. O tempo não volta e muito menos permite uma segunda chance.
Não permita que as preucupações cotidianas afastem você de quem você ama.
Não permita que as pretensões futuras sufoquem e inquietem o seu hoje.
Não permita que a pressa dos dias de hoje moldem toda a sua vida.
Não permita desperdiçar a preciosidade do seu tempo vivendo e cuidando da vida alheia.
Não permita se perder ou até esquecer do que é essencial, como já dizia o poeta, "Cuide de tudo o que for verdadeiro,deixe tudo que não for passar".

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

.:. Eu quero é continuidade .:.



Estar em busca do que se deseja denota insatisfação? Mas satisfação não provém de metas alcançadas? E quando se alcança uma meta, não se adquire outras?
O que ao olhar alheio denomina insatisfação, para mim é determinação, é continuidade. A metamorfose constante, o desassossego de quem não opta pela rota mais rápida.
Caminhar rumo ao que se almeja não é fácil, exige fôlego, cautela, paciência e coragem, mas isso não se precisa em qualquer situação?
O que difere um caminho do outro é a vontade de chegar. Os desafios são inúmeros, mas desejo sempre a continuidade, o renovar dos sonhos que impulsionam o meu viver, que fazem o coração bater acelerado. O desassossego momentâneo e a satisfação de alcançar metas que me levam ao novo, ao desconhecido. Que permite ter forças para me lançar e com isso sempre continuar. Felicidade é decisão, decida pela sua.