terça-feira, 11 de agosto de 2015

Vamos deixar Agosto em paz.






Agosto sempre é um mês complicado. O histórico aponta para isso. E noto que isso não é uma particularidade só minha. 
Hoje me pego pensando que devemos deixar Agosto em paz e talvez nos dar um pouco de paz.
A vida é bruta não? Mas também é linda.
Culpar Agosto por tudo de ruim que  nos acomete também é injusto e a  outras questões precisam ser respondidas : A culpa mesmo é de Agosto ou da soma de todas as coisas que precisavam de solução e foram adiadas?
Seria Agosto ou o comodismo acumulado nos 7 meses anteriores?
Seria Agosto ou as desculpas inventadas para não enfrentar o que  incomoda? 
Seria Agosto ou as dores não sofridas, as lagrimas engolidas e nossa tentativa desumana de ser forte o tempo todo?
Seria Agosto ou a preguiça em mudar o que precisa?
Seria Agosto ou as bobagens que inventamos para jogar as loucuras e frustrações nas outras pessoas?
Seria Agosto ou a falta de equilíbrio entre o que quero, o que posso fazer e o que consigo fazer? 
Seria Agosto ou o excesso de coisas que carregamos para agradar o outro?
Coitado de Agosto!! Ele só resulta nas coisas que não cuidamos durante todo o tempo que passou. Talvez seus ventos fortes e o ar seco também nos recorde das sequidões que carregamos e fingimos não notar. E isso é frustrante.  Preciso sim é deixar Agosto em paz. 
Pobre Agosto, vítima continua das desculpas, frustrações,  precipitações e cansaços acumulados dos dias. 
Para atravessar Agosto é preciso de paciência e fé, já nos disse Caio Fernando Abreu, mas vamos ser assim o ano todo? Ter paciência e fé, um pouco de atitude e um pouco de bom humor, para atravessar Agosto em paz e todos os outros meses e o mais importante : nos dar paz. 

Elizabete Lima 

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Sobre fé






Na fé que eu já sei de cor 
Tem dor que não sei rezar. 
Perfeita Contradição - Padre Fabio de Melo 

sexta-feira, 19 de junho de 2015

quarta-feira, 17 de junho de 2015





"O amor não é uma propriedade de quem sente,é uma transferência total para quem é amado. Assim como uma carta é de quem lê, não de quem mandou.
 Espero que você não tenha jogado fora." 
Fabrício Carpinejar 

terça-feira, 16 de junho de 2015

segunda-feira, 15 de junho de 2015

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Amor e esperança




O que sustenta o amor é a esperança.
Ela quem revigora o amor.
Ela que ressuscita as mortes diárias , resquícios da nossa falta de tato e desjeitos com o outro.
E ela que põe virgula onde desejamos tantas vezes por um ponto final.
Sem esperança não amor.
Sem a espera que também é ação não se constrói o amor.
Sem esperança nos fechamos ao nosso próprio fracasso.
Sem esperança nos cegamos as fragilidades do outro. 
Sem esperança não ouvimos os sufocantes  gritos de socorro do outro. 
Sem esperança tateamos cegos aos impulsos sutis do amor.
Sem esperança não há amor.
Não há.



terça-feira, 2 de junho de 2015

Sobre você em mim.





"(...) Eu só queria que você soubesse do muito amor e ternura que eu tinha — e tenho — pra você. Acho que é bom a gente saber que existe desse jeito em alguém, como você existe em mim."
 Caio  Fernando Abreu

segunda-feira, 1 de junho de 2015







"Amor é algo que a gente aprende . E depois que aprende, a prática vai fazendo você se tornar melhor."
 Padre Léo

sábado, 30 de maio de 2015





O respeito com que nos tratamos é determinante para que os outros nos tratem da mesma forma.
Padre Fábio de Melo 

quarta-feira, 27 de maio de 2015

terça-feira, 14 de abril de 2015

Esperar.





“Eu ando na minha, quieto. Parece que desisti, mas na verdade esse é o meu jeito de esperar.”
 Gabito Nunes

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015



 Uma pessoa só muda se quer, se tem vontade, se faz esforço. Eu não tenho poderes para mudar ninguém, mal consigo ajustar o que anda desajustado em mim. O dia que todo mundo entender isso vai ser mais fácil viver a dois, a três, a quatro, a mil."
Clarissa Corrêa

sábado, 31 de janeiro de 2015