terça-feira, 29 de março de 2011

We.




Tenho por ele um afeto que muitas vezes não consigo descrever. È amor, cumplicidade ,paciência e espera.
A gente se entende. As vezes por telepatia. As vezes por olhares.
Com ele aprendi que amizades , grandes amizades, sobrevivem de grandes distâncias. Aprendi a ser uma pessoa melhor. A ter uma visão ampliada de tantas coisas.
Ele é poesia. È noites regadas a vinhos e palavras soltas. È tudo que há de mais sério, e tudo que não há.
È companhia mesmo distante.
Com ele aprendi que o silêncio também é comunhão.
Aprendi que parceria nem sempre se faz presente. Aprendi que meus pequenos gestos tem grandes efeitos. Aprendi o poder que as palavras tem de libertar.
Aprendi que nem sempre as pessoas querem grandes respostas, elas querem apenas serem ouvidas.
Hoje já não consigo descrever a minha vida sem pensar, citar ou recordar dele. Já não posso descrever um futuro feliz sem saber que ele estará la. Já não tenho um presente tranquilo sem saber dele. Não por necessidade, possessão ou algo do genero, é apenas amor.
E um amor puro, concreto e desprendido. Um amor que quer bem, que deseja que as coisas dêem certo. Amor que quer roubar as frases do Caio Abreu e desejar que os dias sejam doces e repetir sete vezes para dar sorte. Que quer ajudar a pegar as pedras do caminho e construir um castelo como já disse Fernando Pessoa. È permitir que ele exista como ele é, como já disse Adélia Prado. È emprestar poesia quando a poesia do cotidiano não cabe em palavras.
È um amor que não limita. Que não cobra. Que não retrai.
E é assim, com os versos aleatórios que escrevo, numa sequência de palavras que ainda não dizem tudo, com meu desejo de mudar o mundo, com a vontade dele de mudar os dias. Com as nossas poucas palavras. Com as nossas inúmeras afinidades. Com tudo isso ,e com tudo aquilo que não cabe  em palavras ou explicações, é sentir apenas. Só sentir.








2 comentários:

Rafael disse...

Vc é incrível. Única. Necessária. Estou apaixonado pela sua existência. Tenho certeza que seremos eternos. Te amo minha linda. Bem grande!

Regi disse...

Nossa, você consegue traduzir em palavras aquilo que vc sempre me motivou, deixe-se sentir! vc traduz aquilo que somente almas transcedentes chegam!!